Prepare seu Estabelecimento

Passo 1: Prepare seu Estabelecimento

Aqui você verá como introduzir seu novo Sistema de Gerenciamento de Crises de maneira indolor na sua organização

A transição de um sistema insatisfatório de gerenciamento de crises para um melhor ou simplesmente adotar um novo sistema pode ser um processo muito assustador.

Descubra os problemas mais comuns que as organizações enfrentam e como a PCMA os aborda em colaboração com parceiros.

Alguma dessas frustrações parece familiar?

Dificuldades em encontrar pessoas para “cobrir” a equipe de treinamento

Seja iniciando um sistema de gerenciamento de crises pela primeira vez ou atualizando seu sistema atual, um novo treinamento significa uma certa perturbação para o seu estabelecimento. Pode ser difícil retirar funcionários de onde eles são necessários para participar de treinamentos consecutivos durante todo o dia. Às vezes é porque sua equipe, pais ou outros interessados ​​simplesmente não sabem o que esperar e têm preocupações e apreensões sobre um novo sistema. Às vezes, há confusão sobre quem deve ser treinado e em quais locais.

Conhecer o número certo de funcionários para treinar. Que número seria insuficiente?

Quando novos treinamentos ocorrem nas organizações, uma das perguntas mais comuns é “Quantos funcionários precisam desse treinamento para que haja um impacto positivo em toda a minha organização?” Seja falando sobre a equipe que ensina o curso de PCM (Instrutores) ou a equipe que usa o sistema de PCM (Praticantes), treinar uma quantidade muito pequena de funcionários pode tornar o treinamento basicamente inútil, e treinar muitos funcionários pode sobrecarregar desnecessariamente os orçamentos.

Identificar os funcionários mais adequados para treinar primeiro como instrutores

Enviar o funcionário errado para um treinamento de 4 dias pode ser uma tremenda perda de tempo e dinheiro. Alguns funcionários estão em más condições físicas, mas ainda precisam de treinamento e manifestam interesse. Alguns funcionários podem não ter as habilidades para ser um treinador eficaz. Outros ainda são tecnicamente bons candidatos a instrutores, mas seus deveres de trabalho podem interferir no treinamento.

Pode ser um grande desafio obter a adesão de funcionários, pais, administradores e outros sobre um novo sistema

Naturalmente, ao estabelecer um novo sistema, pode ser difícil satisfazer todas as partes interessadas. Você pode ter que lidar com pais zangados, funcionários preocupados que têm medo de ter problemas ou administradores que têm pessoas críticas a quem responder. Ao se preparar para a introdução de um novo sistema, ter todos esses jogadores na mesma página pode ser extremamente desafiador.

Esses são os seus objetivos e desejos para esta área?

Treinar minha equipe de acordo com os horários que melhor atendam às necessidades da minha organização

Eu quero ser capaz de treinar minha equipe de acordo com os horários do dia que são melhores para nossos funcionários substitutos. Quero poder dividir as horas de treinamento e combinar funcionários de diferentes habilidades em um treinamento para economizar custos e perturbações.

Treinar o número ideal de funcionários, considerando as necessidades e o orçamento

Um plano detalhado que atinge o equilíbrio certo entre eficácia e recursos disponíveis. Por exemplo, existem algumas áreas com problemas de comportamento pouco frequentes, mas quando os problemas ocorrem, eles são graves. Quero ser eficaz ao considerar as limitações da equipe e do orçamento. Em outras palavras; ser eficaz sem sobrecarregar a equipe.

Um protocolo que facilita a decisão de qual equipe selecionar primeiro para treinamento

Cada pessoa enviada para o treinamento é apropriada para tal propósito em termos de disponibilidade e capacidade. Eles sabem exatamente o que esperar do treinamento e estão altamente motivados para participar.

Um método fácil e abrangente para informar e obter a adesão das partes interessadas

A PCMA passou mais de 20 anos coletando informações de nossos clientes que enfrentaram esses mesmos problemas. Em resposta a essas questões, a PCMA desenvolveu um modelo que informa todas as partes interessadas sobre o sistema PCM e aborda as preocupações levantadas com mais frequência por administradores, pais e funcionários.

Nossa Solução: Use o Modelo do Recurso de Apoio do PCMA para Criar um Plano bem Formulado

Modelo do recurso de apoio

A maneira de chegar a um plano bem formulado é usar o modelo de recurso da PCMA.

Usar tal ajuda para preparar sua organização é como ter uma reunião na prefeitura para discutir mudanças importantes que estão sendo propostas em sua comunidade.

Analisar

Determine as fontes de perturbação da sua organização usando nosso Mapeador de Perturbação da Organização. Isso inclui ferramentas como:

  • BSA: Formulário de entrevista da equipe acerca dos sentimentos relacionados à contenção (sistemas de crenças e atitudes)
  • Diretrizes de seleção de instrutor/participante (capacidades, lesões etc.)
  • Sked check (verificar cronogramas e conflitos existentes)
Informar

Use a ferramenta SPA para criar um acordo de todas as partes.

Plano do projeto

Você pode usar exemplos no manual de preparação do PCM e modelos em branco para criar seu próprio plano de treinamento. Outras ferramentas que oferecemos aqui são:

  • skedflex (mostrando possíveis variações de treinamento)
  • Checklist de pré-treinamento do instrutor

Modelo de Recurso de Apoio em Detalhes

ANALISAR a potencial perturbação

Na fase de análise, usamos o mapeador de perturbação da PCMA para encontrar possíveis fontes de perturbação em sua organização antes mesmo do início do treinamento. Uma vez direcionadas, as fontes de perturbação agora podem ser abordadas usando a próxima etapa. A ferramenta BSA ajudará na avaliação Belief System and Attitudes (Sistema de Crenças e Atitudes) dos membros da equipe sobre o uso de restrições com indivíduos em vários ambientes. As pessoas variam em seus sentimentos sobre o uso de qualquer forma de contenção com indivíduos e especialmente crianças pequenas com necessidades especiais. É importante que todos os funcionários estejam à vontade com suas funções antes do início do treinamento. Usando a ferramenta Instructor/Participant Selection (Seleção de Instrutor/Participante), você poderá determinar a função mais adequada para sua equipe (instrutor ou profissional) e o nível de treinamento mais adequado para essa equipe para garantir o sucesso do seu programa. Finalmente, há a ferramenta PCM SkedCheck, que é usada para determinar os cronogramas existentes e evitar possíveis conflitos e providenciar a alternância de funcionários apropriados para preencher as vagas de treinamento, se necessário.

Essa ferramenta é um treinamento autônomo, mas também é um excelente complemento ao treinamento de PCM.

O modelo em que se baseia foi originalmente desenvolvido e posteriormente adaptado por uma equipe dedicada de Analistas de Comportamento Certificados pelo BACB e é baseado no trabalho marcante do Dr. Glenn Latham, um proeminente psicólogo, analista de comportamento, autor e apresentador.

INFORMAR usando a ferramenta SPA

SPA é um acrônimo para Staff, Parents and Administrators (Funcionários, Pais e Administradores). O modelo PCM SPA é usado para preparar sua organização para ter sua equipe certificada pelo PCM. Criamos um conteúdo específico para cada grupo que responderá às suas perguntas e garantirá que eles escolheram o melhor sistema possível.

 

  • Profissionais: Quer sua equipe seja professores de sala de aula, terapeutas comportamentais individuais ou profissionais de atendimento direto em instalações residenciais, todos precisam saber o que esperar do treinamento PCM. Alguns funcionários podem se preocupar em serem vistos pelos clientes/alunos como “aplicadores da lei”. Outros podem estar preocupados com as consequências dos administradores ou pais/advogados sobre sua decisão de usar a contenção, o nível da contenção ou como ela foi realizada. É até possível que alguns funcionários sintam que é moralmente errado conter indivíduos com necessidades especiais. A PCMA possui materiais projetados especificamente para atender às preocupações de sua equipe, transformando sua apreensão em entusiasmo para obter a certificação.

 

  • Pais: Os pais/advogados normalmente têm preocupações muito diferentes das da sua equipe. Naturalmente, eles estão preocupados com a segurança dos procedimentos físicos, mas também querem entender por que os procedimentos estão sendo usados ​​com seu filho/filha. Eles também estão preocupados com a notificação oportuna quando as restrições ocorrerem e as medidas que foram implementadas para diminuir ou evitar futuras restrições. Fornecemos um guia introdutório ao sistema PCM para os pais, que não apenas os familiariza com o sistema PCM, mas também fornece expectativas e explica um sistema de crenças (as contenções não são usadas para punir o mau comportamento, mas para interromper o comportamento perigoso que deve ser interrompido imediatamente).

 

  • Administradores: Sejam diretores em escolas ou diretores executivos em instalações residenciais, os administradores devem abordar as preocupações da equipe (S), dos pais (P) e, em seguida, suas próprias preocupações! Em termos de prontidão, os administradores terão preocupações sobre uma variedade de questões. Uma questão pode ser a substituição da equipe quando há treinamento, outra importante é a atitude da equipe e dos pais em relação ao uso da contenção. Outras questões incluem o nível de aptidão dos profissionais em relação à gravidade dos problemas de comportamento e coleta de dados de contenção e como isso será usado para tomar decisões. Na verdade, há tantas preocupações administrativas em potencial sobre um novo sistema de gerenciamento de crises que a PCMA inclui um guia do administrador de 25 páginas repleto de informações valiosas que ajudarão a garantir uma implantação tranquila.
PROJETE seu plano

Agora você está pronto para projetar seu plano usando as informações da fase de Análise, o checklist de pré-treinamento do PCM, o Mapa de Cobertura de Recursos e a ferramenta Skedflex. O checklist de pré-treinamento garante que o treinamento ocorra sem problemas e inclui um inventário de todas as ferramentas de prontidão para treinamento. O Mapa de Cobertura de Recursos garante que você tenha selecionado o número suficiente de funcionários para qualquer local e a certificação certa para esses funcionários. Por fim, a ferramenta Skedflex permite criar um plano com horários de treinamento flexíveis para melhor atender às necessidades do seu estabelecimento.

 

Depois de seguir o modelo de recurso de apoio, você já pode fazer seu planejamento logístico e orçamentário final para o treinamento de instrutores.

 

Como exemplo de uso do modelo, digamos que na fase de Análise foi determinado que em uma determinada sala de aula, as atitudes dos funcionários eram muito incertas quanto ao uso de procedimentos mais restritivos (como contenções no chão). Dada essa informação, a fase de informar usa a ferramenta SPA para fornecer mais informações aos profissionais que se sentem inseguros. Se após o uso da ferramenta SPA, suas atitudes não mudaram, então seria melhor treinar esses funcionários no nível mais baixo em que as contenções consistem apenas em escoltas (procedimentos de transporte) até que as atitudes dos funcionários mudem um pouco.

Precisa de ajuda?
Escanear o código